segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

Procura-se... um intelectual assim ! ! !




Um Drummond assim não nasce todo dia!

Não me surpreendi ao ler esta notícia por conhecer um pouco a obra e a biografia de Seu Carlos, quase um comum funcionário público que passou boa parte da vida no Rio de Janeiro.

Um escritor tão renomado que se correspondia com pessoas e escritores anônimos, quase desconhecidos: papel com timbre próprio, cartas manuscritas, carinho impresso em palavras, sabedoria compartilhada, cuidado com os outros, um fino exemplar de alteridade... É por esse tipo de exemplo que me fio na vida!!
=))

Não é sem motivo que a 'Folha' e o neto do poeta (Pedro Graña Drummond) estão à frente de um movimento em prol de localizar a correspondência que Drummond enviava em resposta aos seus interlocutores.
=)

Queridas/os, inspirem-se nesse fresco sopro de vida que até hoje nos chega ! ! !



----------------------
FOTO de Marisa Cauduro/Folhapress (Folha ilustrada, 29/05/2010 - www1.folha.uol.com.br/ilustrada/)

Mais detalhes aqui:
www1.folha.uol.com.br/ilustrada/742436-cartas -revelam-rel...
www.carlosdrummonddeandrade.com.br/blog/2010/ 06/cartas-re...
www1.folha.uol.com.br/ilustrada/741985-folha- procura-cart...


Pra saber mais sobre vida/obra do poeta, vejam aqui:
memoriaviva.com.br/drummond/index2.htm
carlosdrummonddeandrade.com.br/vida.php

2 comentários:

Por que você faz poema? disse...

Adeus, ano novo!

Patrícia | Oh! Maria disse...

Oi andrea! não sabia que vc tinha blog, depois vou olhar tudo!
menina, eu adoro escrever. Não publico qse nada, mas tenho outro blog fechado que fico ensaiando minhas emoções.. rs!

E que legal que vc gostou da almofada (que virou um mini travesseiro!). Eu ando apaixonada por ela, ja fiz uma pro marido na versão masculina, vou botar foto esta semana rs
bjs